Portugal atravessa uma crise de consequências imprevisíveis. A principal causa é o sistema de interesses instalados – de que alguns se aproveitam – que não serve a nós, Portugueses, que trabalhamos no presente, que estudamos para preparar o futuro ou que nos reformámos após uma vida de serviços. A promiscuidade entre política e negócios revelada nos escândalos do BES/GES, e do BPN, PPP’s e outros, é o resultado de uma ausência de estratégia nacional por parte de sucessivos governos. As justas revoltas no ar poderão provocar convulsões inevitáveis se não definirmos o nosso rumo. Chegou a hora de nos mobilizarmos em torno de soluções de cidadania. É altura de dizer “Basta!” e virar a página.

A sociedade civil portuguesa dá todos os dias provas sobejas de ter estratégias para sair da crise. As associações profissionais e sectoriais, as organizações locais, os movimentos cívicos, os grupos de reflexão independente, dão todos os dias provas de talento, inovação, conhecimento e consciência de como resolver os grandes problemas nacionais. Portugal sabe como resolver as dívidas das famílias, das empresas e do Estado; de como redistribuir a riqueza por via fiscal de modo justo e equitativo; de como criar uma justiça sem dois pesos e duas medidas; de como estabelecer proximidades no território; de como inovar na agricultura, na indústria e no mar; de como adotar novas energias sustentáveis. Portugal sabe.. mas os seus políticos têm de ser obrigados a servir e capacitar as estratégias que os seus cidadãos já descobriram. Nós, Cidadãos! veio para nos mobilizar.

Contigo, “Nós, Cidadãos!” contribuirá para levar a cabo as reformas necessárias. Contigo, “Nós, Cidadãos!” contribuirá para a responsabilização civil e criminal dos titulares de cargos públicos com gestão danosa. Contigo, “Nós, Cidadãos!” contribuirá para que a política volte a servir o povo. Contigo, a democracia portuguesa será a da população organizada nos seus poderes locais e nacionais. Contigo, poderemos voltar a ter soberania, confiança e sustentabilidade. Todos Unidos! Todos Livres, Todos Solidários! Chegou a hora da cidadania!