A Escola da Ponte é uma instituição pública de ensino, localizada em Vila das Aves e São Tomé de Negrelos, Santo Tirso, distrito do Porto, em Portugal, para alunos do 1.º e 2.º Ciclo, dos 5 aos 13 anos, e faz parte integrante do chamado Movimento da Escola Moderna.
Está assente em valores como a solidariedade, autonomia e responsabilidade e é um marco estudado, e parcialmente adoptado um pouco por todo o Mundo, desde os EUA, Brasil à Finlândia.
 

Durante muito tempo “ignorada” pelas autoridades, depois passou ser considerada pelas instituições publicas nacionais uma “referência” para um novo sistema de ensino.
É à Escola da Ponte que Rubem Alves se refere, em 2001, no seu livro “A Escola com que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir”
Em 14 de Fevereiro de 2005 assinou o contrato de autonomia com o Ministério da Educação e foi o primeiro do País para uma escola pública de ensino não-superior
Integrou um dos dez estabelecimentos de ensino europeus seleccionados para o “Guia de Experiências Inovadoras”, a 18 de Junho de 2006, em Barcelona
Em 30 de Setembro de 2008 foi apresentado o livro “Escola da Ponte – Formação e Transformação em Educação”, da autoria do José Pacheco, o pedagogo que está na origem desta grande experiência.